Sobre trabalhar em uma legaltech

by Jesus Kiteque on Unsplash

Muita gente fica curioso sobre como é trabalhar numa legaltech, por isso convidamos o Leon Hatori, nosso engenheiro jurídico ou o famoso advogado que sabe programar — como ele mesmo se define — responsável pela automação e programação de documentos aqui na Linte.

Advogado de formação, acumulando experiências tanto na área jurídica tributária e planejamento patrimonial, quanto na área de tecnologia, defende: “Não invalido nenhuma das experiências pois todas me deram um acumulado de conhecimento que foram importantes para me colocarem na posição em que me encontro hoje, que é a de advogado e engenheiro jurídico”

Leon iniciou sua carreira na IBM, uma empresa global, super estruturada e com diversos processos, seguiu para uma área tradicional, a advocacia! Pouco estruturada, tecnofóbica e super carregada de tradições. Por último, caiu de paraquedas num mundo em formação — e ebulição — que mistura culturas super legais, post its coloridos, produtos inovadores e que estão crescendo do seu jeito, defendendo aquilo que acreditam, as empresas grandes que ainda não cresceram, as startups.

Certificado em ITIL, Leon adquiriu extensos conhecimentos de projeto e de implementação de tecnologia na IBM e consequentemente, conhecedor das melhores práticas. Com uma atuação global, trabalhando com times de diversos lugares — EUA, Europa, Índia — também aprendeu a lidar com times super diversificados, de diferentes culturas.

“Nos escritórios de advocacia pude enxergar uma demanda imensa em aplicação de processos e melhoria das ferramentas de tecnologia.”

Na Linte, o Leon acredita que “a chance de trabalhar em um ambiente com uma ótima cultura, aliada a oportunidade de proporcionar um dia a dia mais inteligente e estimulante para as pessoas, e conhecer um mercado ainda formação, que tem crescido exponencialmente” é parte da resposta ao título do nosso blog post de hoje!

“Todos os dias, trabalhar numa legaltech significa pensar como um advogado, mas pensar além. Significa lembrar que decorar artigos de lei e se portar como o maior dos sábios debaixo de um terno não vai ser suficiente pra eu ter sucesso na minha carreira. Significa lembrar que a tecnologia pode, vai e já está deixando o trabalho do advogado mais inteligente e estimulante, evitando que isso continue a se resumir em Control-Cs e Control-Vs em Words e planilhas de Excel. Trabalhar numa legaltech significa pensar nos melhores processos e metodologias para melhorar a vida de quem faz parte ou se relaciona com o jurídico. Significadesafiar o status quo! Trabalhar em uma legaltech significa ser resiliente, significa estar constantemente motivado para mudar a forma de trabalho das pessoas.”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Bitnami